quarta-feira, 24 de maio de 2017

Corte de Nevoa e Furia


Gênero. Romance, Fantasia, Distopia, Ação, Aventura..
Livro da Série. 2

Resultado de imagem para corte de nevoa e furia resenha           Após quebrar a maldição Feyre morre nas garras de Amarantha, e é trazida de volta pelos dos poderes dos sete grão-senhores. Feyre, agora Feérica, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. No entanto, seu coração permanece humano.

              O livro começa alguns meses depois dos acontecimentos de Corte de Espinhos e Rosas onde Feyre agora vive na Corte Primaveril. Enquanto Feyre segue assombrada pelo que fez e o sofreu sob a montanha, e se vê cada vez mais imersa nos preparativos de seu casamento, Tamlin, mudado, começa a regular sua liberdade. Mas Feyre é resgatada por Rhys, senhor da Corte Noturna, devido a o pacto que fizeram sobre a montanha. 

               E mesmo se esforçando para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril, é ao lado de Rhys onde se sente mais plena. Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.



Comentário:


              Esse livro é um dos meus xodós, e eu amei muito o plot twist que nele habita. Sou suspeita para falar porque no primeiro livro eu já estava encantada pelo Rhys, e quando iniciei esse livro eu estava naquela de ''quando vai ter mais Rhysand?''. E graças a Sarah que teve. 
            Quando Feyre decide viver na Corte Noturna ela tem a oportunidade de enxergar a realidade, o livro não só esclarece vários pontos, como também mostra a verdade sobre vários fatos. Feyre é apresentada a um outro núcleo de personagens, maravilhoso diga-se de passagem. Ela está livre novamente, mais forte e tem a oportunidade de se redescobrir. 
              Eu amei o fato desse livro mostrar a forma distorcida de alguns dos relacionamentos vividos na corte primaveril, e o quanto isso as vezes passa despercebido porque estamos tão acostumados que embora sempre estivesse lá a maioria dos leitores não nota. Relacionamento abusivo? Aquele famoso tapa na cara, amém porque essa escritora existe. 
           Eu fiquei completamente apaixonada por esse livro, e como falei anteriormente ''o primeiro livro é bom, mas o segundo é a própria perfeição''. Acontece muitas coisas nesse livro, então fica complicado falar sobre ele sem soltar spoilers, sabe? Então se eu fosse vocês estaria indo ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário